Núcleos e Grupos de Pesquisa

Em busca da consolidação de uma Pós-Graduação de excelência, o Programa tem como objetivo qualificar profissionais não apenas capazes de compreender a História, mas também aptos a produzi-la. Desse modo, desde a  implantação da Pós, núcleos e grupos de pesquisa surgiram, buscando capacitar nossos alunos para  atuarem em ensino e pesquisa e nas diversas interfaces entre elas. Os Grupos e Núcleos de Pesquisa da Pós ainda contam com uma infra-estrutura privilegiada: temos um arquivo histórico no prédio (ICHS), revistas associadas, uma biblioteca ampla e o privilégio de estar em uma cidade que é referência mundial em patrimônio tombado.

Alguns Núcleos e Grupos de Pesquisa veículados ao Programa de Pós-Graduação em Hisória são:

 

 

GEHA

Grupo de Estudos de História das Américas - GEHA  

O Grupo de Estudos em História das Américas (GEHA) dedica-se ao estudo da história do continente, suas relações com a Europa, África e Ásia, bem como as inter-relações continentais. O grupo é formado por professores e estudantes da UFOP, UFMT, UFJF, UFRRJ, Unicamp, Unisinos e IFSP. Os principais objetivos do GEHA são: debater pesquisas, promover atualização, trocar experiências e discutir questões relativas à pesquisa e ao ensino de História da América. Os temas abordados são amplos de modo a expressar a diversidade de interesses que preside a área na atualidade, cobrindo da conquista e colonização aos mais recentes acontecimentos. São tratadas temáticas dos diversos domínios históricos, tais como política, sociedade, cultura, e economia, assim, como temáticas relativas às histórias de gênero, viagens, do cinema, historiografia e relações internacionais.

 

JALS

Grupo de Pesquisa Justiça, Administração e Luta Social - JALS

O Grupo JALS tem o objetivo de discutir as diversas dimensões de poder, especialmente os entrecruzamentos entre noções de justiça, dinâmicas administrativas e lutas sociais em vários processos históricos. Assim, desde sua criação em 2009, o Grupo tem realizado debates e eventos reunindo um número significativo de pesquisadores, assim como suas reflexões têm estimulado a publicação de diversos artigos e livros sobre os temas discutidos. O grupo é composto por docentes e discentes da UFOP e de outras instituições.

GEHP

Grupo de História, Ética e Política - GHEP

O Grupo de Pesquisa em História Ética e Política (GHEP) foi criado em 2016 e se dedica a debater temáticas no âmbito da história com perspectivas ético-políticas. Sua área de atuação e interesses é junto a historiografia, ensino de história, teoria da história, filosofia, ciências sociais.

O GHEP é coordenado pelos professores: Marcelo de Mello Rangel, André de Lemos Freixo e Luciano Magela Roza.

            

LEHIS

Laboratório de Ensino de História - LEHIS

O Laboratório de Ensino de História da Universidade Federal de Ouro Preto realiza atividades com o objetivo de promover melhorias no ensino-aprendizagem em História, valorizando a licenciatura e incentivando um maior diálogo entre a Universidade e o Ensino Básico. Desenvolve pesquisas e estudos sobre os múltiplos enfoques da área de Ensino de História; também promove encontros, debates, palestras e cursos, constituindo um espaço de interação e interlocução entre licenciandos, professores, pesquisadores e comunidade escolar.

O LEHIS é coordenado pelos professores Luciano Magela Roza, Marcelo de Mello Rangel e Marcelo Santos de Abreu.

 

 LEME

Laboratório de Estudos Medievais - LEME

Foi criado em maio de 2005, a partir de um núcleo de pesquisa na USP e outro na UNICAMP. Hoje, o LEME possui núcleos em outras sete universidades no Sudeste, no Centro-Oeste e no Sul do país: UFMG, UFG, UNIFESP, UFTM, UFFS, UFVJM e UFOP. O principal objetivo do LEME é reunir pesquisadores na área de História Medieval no Brasil e no exterior, com vistas ao desenvolvimento de pesquisas em rede. Além disso, ele pretende contribuir para o aperfeiçoamento técnico-intelectual de especialistas em História Medieval. O LEME também participa, como uma das instituições fundadoras da Rede Latino-Americana de Estudos Medievais, que congrega medievalistas do Brasil, da Argentina, do Chile, do México e da Costa Rica.

O núcleo do LEME na UFOP é coordenado pelo professor Bruno Tedeu Sallles. 

 

 

LEIR

Laboratório de Estudos sobre o Império Romano - LEIR

O Laboratório de Estudos sobre o Império Romano da UFOP está integrado a uma rede distribuída nas cinco regiões do Brasil através do LEIR - nacional. As pesquisas do LEIR-UFOP se concentram no período do principado Júlio-Cláudio (31 a.C. a 68 d.C.), mas o interesse se amplia para a Antiguidade como um todo. O grupo de pesquisa integra pesquisadores ligados aos departamentos de História e de Letras da UFOP. O LEIR-UFOP tem realizado Colóquios regulares e promove ainda atividades de intercâmbio acadêmico através de seus Ciclos de Estudos. Além disto, seus pesquisadores participam da ANPUH, especialmente do GT de História Antiga, e da SBEC. No que se refere à formação de recursos humanos, o LEIR tem propiciado tanto a formação de pesquisadores através da Iniciação Científica quanto através de estudos pós-graduados. O grupo tem ainda publicado regularmente e são responsáveis pelo Sapere Aude, um podcast de divulgação científica.

O LEIR-UFOP é liderado pelos professores Fábio Faversani e Fábio Duarte Joly.

 

 

LPH

Laboratório de Pesquisa, Ensino e Extensão em História - LPH

Laboratório de Pesquisa, Ensino e Extensão em História (LPH) foi criado como espaço para subsidiar as atividades de pesquisa, ensino e extensão dos docentes do Departamento de História da UFOP. Sua atuação levou à criação em 1990 da LPH - Revista de História, cuja editoração que perdurou até o ano 2010. Em 1994 se tornou depositário do conjunto documental que integra o Arquivo Histórico da Câmara Municipal de Mariana, que desde então tem integrado o projeto de fazer do LPH um espaço de aprendizagem que contempla, para além da pesquisa documental, a aprendizagem arquivística - envolvendo a organização, preservação e disponibilização de acervo - e a pesquisa educacional - que subsidia atividades extensionistas de educação patrimonial. Além deste, o LPH abriga ainda outros acervos documentais, como o Arquivo São Caetano e o Jornal Arquediocesano.    

    NEHM

Núcleo de Estudos em História da Historiografia e Modernidade - NEHM

O Núcleo de Estudos em História da Historiografia e Modernidade foi criado em 2006 e reúne professores e alunos de diversas áreas e com diferentes interesses de pesquisa que possuem como recorte a modernidade, a historiografia, e a teoria, assim como suas transformações e implicações na experiência e escrita da história.

O NEHM é coordenado pelo prof. Marcelo de Mello Rangel

    

 

ILB

Núcleo Impérios e Lugares no Brasil - ILB

O Grupo Impérios e Lugares no Brasil dedica-se a estudar as relações de poder nas diversas esferas do campo social, e os espaços que os instituem. Concebe-se, assim, a sociedade como ambígua, fragmentada e desprovida de sistemas definitivos e coerentes de normas, abrindo-se a mudanças e transformações. Dessa forma, instituem também espaços caracterizados fundamentalmente pelo conflito e consequentemente em permanente posicionamento em meio às relações de força. Tal instabilidade redimensiona e reposiciona os significados de centro/periferia, bem como as diversas feições assumidas pela noção de império e os processos de criação de identidades horizontais e verticais em uma sociedade escravista, entre meados do século XVIII e fins do XIX. Especial atenção é dada às disputas travadas por diferentes grupos em torno de projetos políticos divergentes, quando não antagônicos, no processo de construção do Estado Nacional Brasileiro.

O ILB é coordenado pela Prof.ª Dr.ª Cláudia Maria das Graças Chaves.

 

Historik 

Historik (HK) - Grupo de Estudos em Historiografia Alemã

Criado no ano de 2019, o Historik (HK) - Grupo de Estudos em Historiografia Alemã tem o objetivo de discutir temas relacionados à teoria e à historiografia alemã de meados do século XVIII até a contemporaneidade. A iniciativa surgiu de alunos que tinham em comum interesse o universo histórico e filosófico alemão. Por se tratar de um grupo plural, que envolve desde graduandos, pós-graduandos a egressos, o grupo optou por um formato digital, o que possibilita a participação e a troca de ideias entre estudantes de diversas áreas do país. As reuniões acontecem quinzenalmente e passam por temas clássicos, como as filosofias da história, a história intelectual e das ideias, sempre buscando contribuir em alguma medida para as discussões em torno da escrita da história na contemporaneidade.